Home

Cada vez que como com talheres de plástico confirmo o meu desprezo por esses objetos. A comida parece não saber ao mesmo, a vida não me sabe bem, o ato de comer torna-se desajeitado. Odeio tudo o que é descartável, o próprio conceito enoja-me.

Reflete os passos para trás da humanidade, como se nós, ou as nossas vidas fossem também elas, descartáveis. Facilmente substituídas por outras. Somos tão frágeis.

 

Aeroporto de Hamburgo 3/1/2015

Lixo ponto de vista do planeta

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s